• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Texto XIII

 
Probabilidade, sorte, milagre, desequilibrado, estabilidade.
Perto, longe, padre, monge.
Louco, sóbrio, loucura, lucidez, ano, dia, mês.
Presente, futuro, passado, morte, viva, juiz, atestado.
Inocente, réu, culpado, mentira, verdade, velho, novo, idade.
Dúvida, certeza, moral, ou impureza.
Fraco, forte, ruptura, ou corte.
Machucado, ferido, lesado, reprimido.
Concreto, abstrato, dúvida, ou exato.
Sol, chuva, garoa, ventania, alegria.
Triste, feliz, a vida por um triz.
Morno, frio, quente, tão pouco aguardente.
Estátua, parado, vendido, comprado.
Texto, poema, frase, reticências, crase.
Absurdo, normal, mero interesse, banal.
Água, fogo, terra, ar, e o sopro do vento a cantar.
Grito, murmuro, parede, muro.
Pintado, rabiscado, grifado ou pichado.
Saturno, Vênus, marte.
Isso é tudo, modéstia parte.

Texto de Amanda Lemos

8 comentários:

Anônimo disse...

Adoreii o Poema,!!!!!!!!!!!!
Escreve muito bem Linda!

Anônimo disse...

Saturnno, vênus, marte
isso é tudo, modéstia parte!

Ameiiiiiiiiii

Beijoo linda, P.

Alessandra, disse...

Nossa q texto heimm...parabéns perfeito....de td um pouco, naun tem como naun se identificar...
bjs

www.mdemulhermoca.blogspot.com

Vanessa Souza Moraes disse...

É muita coisa :)

Anônimo disse...

Muita coisa mesmooooo
Mas tá lindo amandinha!
Caami aqui;

Mode & Beauté disse...

Olá!
Seguindo!
Adorei o blog!
Gostaria de convidá-la a visitar o meu, e me seguir também?

Beijoos

thatacintra.blogspot.com

MLT disse...

olá sou o Mateus do blog mais uma vez adorei seu poema e também quero agradecer por ter visitado o meu blog *-*
ps: estou te seguindo

http://mltlegio.blogspot.com/

ManuSampaio disse...

Também gostei muito do seu
Já seguí! Gostaria que vc seguisse o meu também!
Obrigada *_*

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos