• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

sábado, 7 de maio de 2011

Causa e sentido.



Confesso, já me perguntaram uma vez o que era ser mãe, não me lembro ao certo. Mas me perguntaram. Pergunta difícil, mas respondi a primeira coisa que me veio a mente e que todos de forma néscia ousam pronunciar:

- Ah.. É mãe uai, que cuida, ampara, educa, forma e briga quando necessário, quer mais ?

Sim, jovem tola, quero mais, sempre mais. 
Ainda mais quando o assunto é mãe. 
Não se resume em frases feitas ou estereótipos que leigos ousam pronunciar. Pare com isso.

Me lembro outro dia desses também, de um vídeo que assisti no "animal planet" em que  mostrava o relacionamento da leoa fêmea com suas crias. 
Esplêndido. 
Sem descrição menos merecedora. 

A natureza nos mostra em fatos explícitos. A fêmea neste caso, se sacrificara para a proteção dos seus filhotes , estes que estavam sendo ameaçados por um  leão de outro bando. 
Incondicional.

Acho que ao  terminar esse texto, que procuro ao máximo usar as palavras mais belas e eloqüentes que me surgem a cabeça, terminaria com INCONDICIONAL. 

 Ágape. Recíproco.


Afinal, há amor maior, dado por Deus,  que de mãe para com seu  filho ?
Não, não há.

Às vezes, confesso, até me surpreendo como minha mãe me "atura", (escrevo em terceira pessoa mesmo sabendo que ela irá ler, deixe por estar). 
Realmente. Sou “inaturável“, se é que existe esse termo. 


Mas sim, mesmo nas brigas, xingos, discussões longas, pirraças, e críticas profundas, ele me atura, ou melhor, resiste a minha humilde existência.

Seria clichê se falasse que ela é sim a melhor mãe do mundo, piegas demais. Afinal, quando se ama de verdade quem não seria ? 
Ela é, sem meio termos ou dúvidas vans.

Costumava me inspirar em poemas longevos de autores que nunca havia ouvido falar, em que abordava-se à respeito do  dia das mães, para colocar nas centenas de mensagens que pregávamos nas paredes da cozinha com pés de bailarina, no meio da manhã, para que não acordássemos a dona do dia, por mais que essa já sabia e esperava sempre das rotineiras convenções de dia das mães: café da manhã, milhares de presentes espalhados na cama, música alta, e almoço caprichado, geralmente lasanha de queijo, minha predileta por sinal.

Não era surpresa. Ou se prefere chamar assim, era uma surpresa forjada, intacta, uma tradição.  
Algo bom, pois, mesmo que não houvesse nada de inédito ou novo para contar, era uma surpresa surpreendente, calma, oblíqua. 
Como se fosse a primeira vez na vida que ela abrisse a porta da cozinha e entrava com um sorriso meio torto de quem já sabia o que lhe esperava, mas se surpreendera com cada gesto novo, inusitado, modesto, simples, mas amável.

Ouso perguntar à vocês leitores caridosos, vocês conhecem Ilma Lemos, minha mãe ? Não, meus amigos, vocês não conhecem.

Eu sim conheço. 

Não sei porque ao certo, mas o lado bom de ser a filha mais difícil  para se educar te faz perceber que mesmo ela, refiro-me a minha mãe, tendo todos os motivos para desistir, largar o barco, se decepcionar, parar de remar comigo, esconder uma lágrima triste... Eu sempre sei que ela estará lá, eu sei disso. 
É a maior verdade que tenho. Admito.


Estará lá quando chegar no meio da madrugada após as incansáveis festas do colegial, 
estará lá quando aparecerem os vícios, as manias. 
Estará lá quando a lágrima não for mais o suficiente, 
estará lá quando o mundo virar as costas, 
estará lá quando necessitar superar minha primeira ferida,
 estará lá quando os conhecidos apenas não bastarem, 
estará lá quando quiser desabafar e as amizades desnecessárias não serviram mais, 
estará do meu lado para ouvir Enya, 
estará lá quando a nota não for boa e quando os elogios desaparecerem em espécie de segundos, 
estará lá quando a maquiagem estiver borrada e quando eu estiver caído do salto, 
estará lá quando ninguém mais estiver.


Sim, eu sei. 
Desde o primeiro segundo que consegui aprender a pronunciar ‘Mãe”, desde o primeiro andar de criança, desde a primeira menarca, desde o primeiro drama, até as crises atuais. 

Olha, caros leitores, eu bem que queria ter escrito melhor dessa vez, usar prosa, rima, poesia, eloqüência. 
Mas entendam, quando se trata de um tema como este ,palavras são muito pouco, ou quase nada. 
Redundante demais. Pleonasmo.
E como não sou do gênero de conceitos e definições prontas me contento apenas com o que me vem a mente, neste exato segundo. 
Deixo os limites para os seres normais, que ao contrário de mim, se contentam com pouco. 
Eu não. 
Sempre me permito a querer e ser mais, às vezes pode soar até egocêntrico, mas em um mundo onde não há impossível, porque não almejar mais alto ? 


Paremos então de fugir do assunto e iremos direto ao que importa:

Mãe, me perdoe por essas secas e humildes linhas. 
Entenda você também, 
Não flui mais, apenas descarrega.


Me perdoe por talvez não ser o que você sempre sonhou que eu fosse,
 Me perdoe pelas crises, dramas, os hormônios dos 15.
Me perdoe pelas caras feias, pelos "xingos" inúteis e as críticas fartas que faço.
Me perdoe por os defeitos humanos, embora cansativos, que apresento,
Me perdoe pela falta de fé freqüente, mas quando não se tem , se inventa,
Me perdoe pelo jeito desengonçado de quem mal saiu da infância e já quer dominar o mundo.
Me perdoe por ser tão parecida com você e nunca chegarmos a um acordo.
Me perdoe por eu ser sua cópia, no lado positivo claro, e ser seu amanhã de ontem.
....

Agradecer seria singelo e pouco demais, mas como não posso finalizar formalmente sem  agradecimentos prévios digo o que já está na ponta da língua, afinal, isso não é de hoje, é de 15 anos de vida:

Agradeço por tudo. 
Cada migalha, cada sorriso, cada lágrima, cada bronca, cada castigo, cada puxão de orelha, cada cara feia, cada conselho, cada gesto, cada abraço, cada sorriso, cada segundo do segundo, cada do cada. 

Agradeço por ser o exemplo de pessoa que ninguém pode dizer que não gostaria de ter, 
Agradeço pela sua persistência,  que diga-se de passagem, é muita.
Agradeço por acreditar quando as esperanças já se esgotaram.
Agradeço, desde já, por ser quem um dia eu gostaria de ser.

Sem mais delongas,
Não me despeço com um beijo ou um abraço de despedida, mas com um sorriso torto de quem ama e que muito eu sei, para você significa.



PS: Texto dedicado à Ilma Lemos. Causa e sentido da existência dessa pobre jovem louca, Amanda Lemos.

24 comentários:

ArcadoAutoConhecimento disse...

Duas lindas mulheres. Belo blog. Gostei do seu espaço. O ArcadoAutoConhecimento foi indicado para concorrer ao SELO BLOG DA SEMANA, em votação que se iniciou no dia 05/05 e ficará aberta até o dia 11/05/2011 no BLOG DO SUPER WILL. Se você quiser me presentear com seu voto, deve acessar o blog do Super Will, no endereço http://wwwwillblog.blogspot.com/. O Will é o idealizador do selo, tendo por objetivo homenagear e promover a confraternização blogueira através da troca de links, divulgação e experiências. Desde já, agradeço a gentileza e amizade.

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Oi querida Amanda, já sigo teu blog faz tempo linda, agora você precisa retribuir a gentileza...

Sempre estou por aqui....

E seu link está lá no blog também...

Beijos e te espero por lá.

Ani

Camila disse...

Amando ler seu blog Amanda!
bjoOo
http://camillacris.blogspot.com/

Júuh . disse...

Obrigada pela visita, seja muito bem vinda ao blog.

Adorei o seu, e já tô seguindo!
Beeeijo

http://flordomaracujaa.blogspot.com/

Ronaldo disse...

gostei do blog, estou te seguindo agora

bjss

Jenny' disse...

Lindinhoo! =D
Vi seu comentário no moon light
Gostei do seu blog! Já estou seguindo

:**

Jenny'

Ana Ferreira disse...

ja sou seguidora :)


visita os meus outros blog's tamb s kiser

http://desafiote-desafiarme.blogspot.com/

e

http://poesias-aninha-ferreira.blogspot.com/

" Amanda Lopes" disse...

Amanda Gostei do seu blog!

Eu definitivamente não gosto muito de Amandas! Tem muitas delas no mundo (e eu sou uma),mas, tenho que confessar somos boas no que fazemos!
Beijinhos
e muito sucesso com seu blog e na sua vida!!

Camila disse...

Oi Amanda, obrigada pelo seu comentário lá no CAÇADORES DE SOMBRA, gostei muito do seu blog, já estou seguindo!!Se quiser conhecer o meu outro blog, aqui está:http://creepshow-freak.blogspot.com/
Bjs!!

http://idris-hunters.blogspot.com/

renatocinema disse...

Gostei do site, estou seguindo.

Obrigado por visitar o meu.


Passarei sempre por aqui.

Julliany kotona disse...

αmizαde é compαrtilhαr
segredos, emoções, é compreensão, é diversão,
é contαr com αlguém sempre que precisαr! é ter αlgo
em comum, e não ter nαdα em comum, é sentir sαudαde,
é αbrαçαr forte, é dαr preferênciα, é bαter um ciuminho!
αmizαde que é αmizade nuncα αcαbα, mesmo que α gente
cresçα, mesmo que outrαs pessoαs αpαreçam no
nosso cαminho!
porque αmizαde não se explicα,
elα simplesmente αcontece!!

Sua amizade é um presente para mim!
Tenha uma linda semana cheia de paz,amor e prosperidade.

Ana disse...

Olá Amanda!

Me surpreendi com seu blog, uma guria da sua geração e da sua idade que escreve muito bem, acredite, sou educadora e faço capacitação junto a adolescentes de 14 a 20 anos, e percebo um grande abismo cultural entre eu e e eles, pois a falta do hábito de leitura, a falta do hábito de escrever, enfim, foi uma grata surpresa verificar uma jovem com pensamentos e idéias sendo apresentados numa vitrine tão bacana. Sinto que você tem muito conteúdo, parabéns! Obrigada por também ter visitado meu blog, abraços e boa semana!!!

Lidi Vieira disse...

Linda homenageeem *-*

beijos no coração

www.lidivieira.blogspot.com

fabricio moraes disse...

mae o que fala dela pensamos nas coisas mais bonitas que se pode falar mais parece tao pouco parece que nao conseguimos destrinchar tudo que pensamos e queremos dizer
eu toh ti seguindoo
tenha uma otima semana
bjuss

Julliany kotona disse...

αmizαde é compαrtilhαr
segredos, emoções, é compreensão, é diversão,
é contαr com αlguém sempre que precisαr! é ter αlgo
em comum, e não ter nαdα em comum, é sentir sαudαde,
é αbrαçαr forte, é dαr preferênciα, é bαter um ciuminho!
αmizαde que é αmizade nuncα αcαbα, mesmo que α gente
cresçα, mesmo que outrαs pessoαs αpαreçam no
nosso cαminho!
porque αmizαde não se explicα,
elα simplesmente αcontece!!

Sua amizade é um presente para mim!
Tenha uma linda semana cheia de paz,amor e prosperidade.

Suzana disse...

adoro seu blog e até indiquei a um selinho, pega lá *-*
> http://help-adolecentro.blogspot.com/

- SOFIA disse...

obrigadaaa :) sigo-te*

Tatiane disse...

Amei seu blog, estou seguindo *--*
Obrigada pelo comentário

Contos da Joii disse...

Que postagem linda. Vcs duas são muito bonitas. E dá para saber pelo que escreves que sua beleza vai além de exterior. Escreve muito bem. Seu texto é rico em sentimento, em valores. Meus parabéns menina. Uma ótima semana pra ti. Beijos da Joii.

Sergio Martins disse...

Bela declaração de amor! Mãe, criatura maravilhosa! Bjs!

Déborah Simões disse...

que homenagem mais linda, flor...
amei seu blog..
bjok

Juliana Simões disse...

Adorei o seu blog , se quiser ver e seguir o meu : http://julianasimoesq.blogspot.com/

silvioafonso disse...

.

Estou seguindo o seu blog.
Faço por amaor a arte.

silvioafonso







.

Larissa e Jenifer disse...

Eu adorei o seu blog! Eu sou uma moderadora do blog larissaejenifer.blogspot.com/ e eu estou te seguindo!

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos