• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Até que geração vai o seu respeito ?




É crônico e até vil acreditar que existem gerações que se sobrepõe a outras.

A história não é bem assim.

Trata-se sempre de uma espécie de aprendizado. 
Como tudo na vida, não ?
Um paralelo entre o “novo “ e o “antigo”.
O presente e o passado.

Novas tendências não podem ser desconsideradas, tampouco tradições devem sair “de moda”.
O jovem dialoga atualizando-se sempre e os de idade “mais avançada” transmitem experiência fatídica.

Não se pode negar, no entanto, que não ajam conflitos consequentes dessa divergência de “temporalidade”. Não é fácil acostumar-se com a banalização de drogas, sexo cada vez mais incipiente e novos padrões estéticos, assim como também não é fácil converter-se em princípios morais, religiosos e sociais de um passado.

Em todos os momentos da vida o respeito mútuo é indispensável, e pode-se dizer, obviamente, que esse respeito leva a uma convivência entre as pessoas cada vez mais pacífica.

Não mata, nem engorda, aprender com os avós, discutir com os pais as novas tendências e sobretudo, precaver-se sempre que possível.

Conviver com as diferenças de modo a respeitá-las é sinônimo de competência e mais do que isso, de qualidade de vida.



Texto de Amanda Lemos

17 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei o seu blog , que me chamou à atenção li a primeira postagem e folhe-ei mais lagumas, é um blog feito com muito entusiasmo, e dedicação, gostei do conteúdo e quero deixar os meus parabéns, quando encontro um blog bom deixo sempre um comentário e um convite.Ficarei grato se me der a honra da sua visita no meu blog O Peregrino E Servo. Se desejar seguir eu sempre vou retribuir seguindo seu blog também.
Sou António Batalha, portugues e cristão evangelico. Deixo a minha benção, e a paz de Jesus.
PS.Ao seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog, para que possa segui também.

ANTONIO RUBILAR BARBOSA VALENTE disse...

Cara Amanda!!!
Vim agradecer o carinho de sua visita e lógico, conhecer de perto o seu espaço. Menina, que texto eficiente e bem narrado, vi nele até um pouco de teor psicológico. O novo e o velho, o presente e o passado, convicções intuitivas que a gente aprende com o tempo, com os erros, com pessoas mais experientes, e até mesmo com nossos pais. Gostei muito do seu blog também, em alguns aspectos tem até uma certa semelhança com o meu. Espero poder contar sempre com a sua presença.Já estou seguindo!Um ótimo fds,um beijo amigo, Rubi.

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Olá Amanda!
Que prazer recebê-la em nosso blogue e ele será renovado a cada vinda aqui quando possível.
Amei tudo que vi por aqui e gostei do sentimento que senti dentro de mim de contentamento ao ler sua crônica tão verdadeira e tão essencial a vida.
Voltarei sempre Amanda, um lindo final de semana e que a semana que vem seja perfeita para você...um bejo em seu coração.

Zilani Célia disse...

OI AMANDA!
JÁ SOU TUA SEGUIDORA E FAZ TEMPO.
GOSTEI DE TEU TEXTO, DEMONSTRAS BASTANTE MATURIDADE EMBORA PAREÇAS SER BEM JOVEM.
O RESPEITO DEVERIA SER INERENTE AOS SERES HUMANOS E ESTA TROCA SÓ MELHORARIA A CONVIVÊNCIA COM AS DIFERENÇAS.
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/

PERSEVERÂNÇA disse...

Agradeço pelo comentário tão gentil que deixou no Perseverânça, seja sempre bem vinda.
Quanto a sua postagem veio como uma luva ao meu encontro, como você mesma observou sou fã daqueles (as) que usam de RESPEITO com o seu semelhante, isso é questão de hábito e de caráter também de cada um; Claro que nascemos com uma personalidade e com o passar do tempo vamos moldando de acordo com os valores educacionais familiares e da nossa convivência, é fácil manifestarmos orgulhoe arrogância: por outro lado, precisamos nos esforçar muito para cultivar e manter uma qualidade rara a HUMILDADE.
Aceitar que o outro (a) pode ser melhor do que nós em algumas modalidades já é uma forma de ter RESPEITO.
"Honrai a homens de toda sorte." 1º Pedro 2:17
Continue assim minha querida, sua postagem tem muito a ganhar por essa internet a fora.
Parabéns e agradeço mais uma vez por sua visita.
Bj
Nicinha

A BETI disse...

Seu blog é um encanto!
Obrigada pela visita, e já estou ficando aqui.
Um domingo abençõado para vc!
Bjssssssssssssssssssssssssssss

S.C. disse...

Muito obrigada pelo o que vc disse do meu blog i seu é simplismente incrivel. AMEI. Parabéns, por tudo. LINDO,LINDO,LINDO.

O Profeta disse...

Inventei a ironia numa toada de vento
Roubei as asas a uma gaivota azul
Colei-lhes um poema cheio de penas
E enviei-o para uma tonta do sul

Inventei um mar numa bola de sabão
Roubei uma corda forte e boa
Atei um rol de mágoa à mesma
E afoguei-as nas águas de uma lagoa

Bom fim de semana


Doce beijo

quaseprendada disse...

Oi menina, que facilidade você tem com as palavras!que gostoso ler os teu escritos, amei e vou te acompanhar. me visite se puder.

MARIA CATHERINE RABELLO disse...

Oi!

Convido você para participar de minha coluna: COLUNA: "BIOGRAFIAS DE FILÓSOFOS, ESCRITORES E POETAS" do Jornal da Cidade e Online
e o blog dos "ESCRITORES E POETAS".

Ao aceitar , envie sua autobiografia , todos os sites que participa, foto e alguns poemas.
Texto livre.


JORNAL DA CIDADE ONLINE

http://www.jornaldacidadeonline.com.br/listagem_artigos.aspx?cod=67

ESCRITORES E POETAS

http://jornaldacidadeonline10.blogspot.com.br/


Contato:
sopoesias@jornaldacidadeonline.com.br
redação@jornaldacidadeonline.com.br

Maria Catherine Rabello

MARIA CATHERINE RABELLO disse...

Oi!
Obrigada pela visita, também gostei do seu blog, voltarei com mais tempo.
Espero que aceite o convite.

Feliz vida! Beijos!

MARIA CATHERINE RABELLO disse...

Oi!
Obrigada pela visita, também gostei do seu blog, voltarei com mais tempo.
Espero que aceite o convite.

Feliz vida! Beijos!

Malu Silva disse...

Grata por ir conhecer um dos espaço que faço parte. Se gostar de poesia conheça meu outro blog

http://tudoepossivel-infinitoparticular.blogspot.com

já estou a lhe acompanhar por aqui. Grande abraço

Fernanda Rodrigues disse...

Por isso que eu gosto tanto de dar aulas. Aprendo com as crianças, com os adolescentes, com os idosos!

Todos diferentes, mas todos me ensinam muito!

:*
Beijos,

http://algumasobservacoes.blogspot.com
http://escritoshumanos.blogspot.com/

* Edméia * disse...


*Amanda, tô aqui para te agradecer

pelo teu comentário lá no

*Caderninho e, também, para conhecer

este teu espaço !:)

Simone MartinS2 disse...

Boa noite menina...É me parece
que tu és menina ainda...entendi isso lendo seu texto, bem escrito, bem colocado mas, a dualidade fala muito alto! Voce brinca ou vive dois momentos ao mesmo tempo, Amor e Ódio, saudades e vontade que a pessoa se vá para sempre...Pode ser ficção ou verdade, sei la, isso somente voce sabe!
Mas gostei muito, li os tres textos!
Bjinhos e obrigada pelo carinho, te sigo tbm!

Lília disse...

O mais interessante é que as pessoas hoje desrespeitam como se tivessem o direito para isso. É o caso daquele que manda a idosa calar a boca dentro de um coletivo, é o caso do idoso que entra no coletivo empurrando sem ao menos pedir licença, achando que a idade o isenta do mínimo de educação. Encontrar o equilíbrio nas relações está se tornando cada dia mais difícil, mas quem sabe uma hora as pessoas se tocam, e aprendem que o respeito é mínimo necessário para um mundo mais evoluído e pacífico!

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos