• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

E por falar em amor...






       Recebi durantes muitos dias vários e-mails que me pediam para escrever algo sobre o amor, como se fosse algo que pudesse se quer ser dito em palavras já que nós, os(a) sentimentais, colocamos o amor em um patamar tão alto que chega a ser, por vezes, inatingível.



       Ah, o amor....
Eu poderia começar dizendo que esse é o sentido pelo qual estamos vivos.
Essa é a essência.

O cintilar de corações, as rosas, as serenatas, as juras de amor. 
      Mas não.

      Tomarei outra vertente que considero como algo que poderia chamar de verdadeiro amor.
Ou será esse o termo certo: “ verdadeiro amor” ? quer dizer que os demais foram falsos, ? 
     inúteis ? ou funcionaram como uma espécie de aprendizado ? Um gostar amadurecido ? uma paixão estonteante ? 



       Procuro pensar que só se ama uma vez.
E relutem, xinguem, digam que não, atirem-me pedras.
Só se ama verdadeiramente uma vez.




Para iniciar uma discussão,... o que parece óbvio mas que muita gente não entende é que só pode existir amor quando se é correspondido, recíproco.

Goste de quem goste de você também.

É clichê piegas, sei disso. Porém, há quem crê  que os melhores amores são aqueles intensos que faz você não dormir anoite , faz você se desesperar pelo outro, o platônico, o telefone não atendido, ....porque julgam que o amor sobrevive a tudo .

Não !


Como já podem ter visto em uma frase minha: Amor não resiste a tudo. Enche de erva daninha,.Se regar demais inunda e de menos , seca

Isso é “desamor”, ou o “anti-amor”, se é que posso chamar assim.


Amor não foi feito para fazer as pessoas sofrerem, derramarem lágrimas, culpar-se todos os dias, se fosse então  onde estaria a lógica da felicidade ? onde estariam os abraços quentes ? onde estariam as saudades ?

Não estariam.

Por favor, peço-lhes que, não confundam o amor dado a um amigo ou o amor de mãe com esse que discutimos aqui.
Digo daquele amor que você entrelaça os dedos no cinema e se prontifica a viver para sempre com a pessoa.

Ame quem curta e ame o seu jeito, suas manias, suas vicissitudes  Ame quem ama o jeito com que você a toda hora mexa no cabelo, que ache tão gostoso o seu modo de vestir, ame quem ama estar com você e não trocaria aquilo por nada. Ame quem se importa e sobretudo, quem demostra. Ame quem reconheça seus erros mas acima de tudo não desiste nem em pensamento de você, ame quem lhe ceda a mão e seja seu amparo mais seguro. Ame quem faz seu coração palpitar quando está perto. Ame quem é seu aconchego, casa de vó aos domingos, cafuné de mãe e conversa de pai. Ame quem te tira do sério mas que você não seria capaz de largar por nada. Ame quem fica. Ame quem te ama, e acima de tudo, ame-se primeiro.


É fácil haver amor nos copos gelados, nas festas de fim de ano, nos fins de semana de pura agitação e quem você vê vez ou outra.
 O difícil é amar todos os dias, incansavelmente, construir e reconstruir o amor, acordar ao lado da mesma pessoa sem nenhum peso de culpa ou arrependimento, pelo contrário, amar a mesma pessoa todos os dias, mesmo já convivendo tanto com suas manias e erros que são tão nossos. 

O difícil é amar após tanta convivência, após alguns desentendimentos.
Garanto que quando um se vai após esse amor verdadeiro o que o outro sentirá mais saudade

são das pequenas brigas por desentendimentos tolos, são das anedotas do outro sem graça mas que deixaram tanta saudade, são os dias cansados mas que o outro se fez presença e serviu de carinho e descanso, sentirão saudade da roupa já meio velha mas que você adorava ver o outro vestindo e que ele vestia só porque sabia que era sua preferida. São dos cafés da manhã, das conversas diárias, e até mesmo dos “ roncos” ao longo da noite, ...porque não ?

Ama-se as pequenas coisas.

As pequenas grandiosas. 

E isso é o que verdadeiramente fica, os detalhes que aos olhos dos outros passa despercebido mas para quem sente é o mundo inteiro.

Ama-se as coisas simples que estiveram dia a dia na presença do casal.

Ama-se o que ninguém mais vê ou sente, só os dois.

Amar não é só falar alto, falar muito, “encher a boca” e falar as palavras mais difíceis e eloquentes a” la romeu e julieta”.

Amor também é paciência, respeito.
Amor também é convivência.



Texto de Amanda Lemos

13 comentários:

Rovênia disse...

Olá Amanda,

Não passava por aqui faz algum tempo. Amei o texto! Até parece que foi escrito por uma pessoa bem mais velha. Você é muito talentosa. Por que não me segue. Fica mais fácil eu ler seus textos! Aproveito para te desejar um feliz 2012, com muito amor na vida!

Giulia Ladislau disse...

Ótimo texto!
Realmente o amor é algo muito complicado de se descrever. Acho que todas as definições estão corretas, porque depende da vivência de cada um.
Ah, o amor... rs!
Beijinhos!
Giulia - www.prazermechamolivro.com

Rodrigo disse...

Bacana seu blog! Parabéns e obrigado pela visita e está adicionada :)

Débora Canez disse...

Olá Amanda!! retribuindo sua visita no meu blog, venho te dizer que teus textos são ótimos. E por falar em texto, este último falando de amor é algo... lendo-o acho que ainda não sei o que é amar. Às vezes se acha que encontros casuais é amor, que palavras bonitas é amor, que gestos carinhosos é amor... engano mesmo... Amor é profundo. Espero um dia amar alguém... Bjs e estarei sempre dando uma espiadinha em teu blog.

Eduardo Acacio disse...

Divinas palavras ... e o fato é que o Amor verdadeiro é único ... Os "amores" que vem após o primeiro são apenas peças para tampa um vazio que nunca será preenchido !

Feliz 2013 !!!

http://porqueeucorro.blogspot.com.br/

S.C. disse...

Que coisa linda, amei, a foto também é super fofa e ilustram perfeitamente o texto. Adorei o seu comentário no meu blog alecrimdouradosc.blogspot.com e vim retribuir e seguir seu blog, que é muito bom.

Carlos Rímolo disse...



Querida amiga Amanda! Que o ano de 2013 seja maravilhoso
Para você. Que haja muita luz, amor e poesia em seu
Coração. Agradeço pelo seu carinho para comigo e
Meus trabalhos nesse ano que passou. Obrigado por
Ser minha amiga!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijos de luz!!!

POETA CIGANO – 31/12/2012

http://carlosrimolo.blogspot.com

Fabi ♥♥♥ disse...

Ahhhh o Amor,parabéns lindo seu Blog e obrigada pela visita ao meu.

Um ótimo 2013

Fabi =)

Carlos Rímolo disse...


Querida amiga Amanda ! Tem um SELINHO de
20013, para você. A cada ano faço um
Diferente, apenas repito os dizeres.
É apenas um símbolo de nossa amizade
Que a cada dia mais se consolida.
Basta ir ao “campo” no lado direito do
Meu Blog. e o achará em “selos para
Os amigos”. Não tem códigos, basta salvar
Em seus arquivos e colá-lo no “Campo imagem”
Do Layout do seu Blog.
“ESTE BLOG. É OURO”, é o título deste novo
Selinho (mesmo anterior).
Um maravilhoso Ano Novo para você.
Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

POETA CIGANO – 02/01/2013

http://carlosrimolo.blogspot.com

Portal de Blogs Teia disse...

Olá.
Adorei o conteúdo do seu blog, muito legal mesmo,parabéns.
Até mais

Andréa Alvares disse...

Uauu Amanda, vc disse tudo.
Amar não tem receita, é coisa de alma. Não se explica mas se sente, amar e dor, são inevitáveis. Bjus em teu coração

denise dutra disse...

" Só se ama verdadeiramente uma vez. " .. e mesmo que algo aconteça e o amor pareça ter acabado, na verdade, ele fica "guardado", quieto, gritando, não importa a maneira, ele sempre FICA .

Solange Mendonça disse...

Nossa...Fiquei sem fólego...quantos textos maravilhosos, a gente até viaja...parabéns por tanta criatividade e eloquência...já estou te seguindo também...bjim
solange (arte by sol)

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos