• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Tempo ao tempo...



Procuro acreditar no tempo e na sua infinidade de conseqüências... Não que seja o “grande curandeiro” do mal de amores inacabados, mas oh tempo... Ah... Esse sim me faz lembrar uma leve garoa, o sabiá lá de casa e minha querida Bernadete me dizendo o quanto temos muito há viver.


Tempo.


Tempo dos relógios, tempo do quintal lá de fora, tempo que embranquece os cabelos e enruga as juntas...


Tempo, que seja qual for, mas seja.


Disseram-me que esse ano seria de recomeço, tropeços aqui e acolá, mas recomeço. 

Três pulinhos nas ondas do mar para Yehoshua, e romã para garantir sorte em 2014.


Não sou muito adepta a palavra “sorte”.

Estranha. Incerta.

Dificilmente aceito discussões que defendem o acaso, como se o acaso determinasse nossas vidas...

...Será?


Acho que o tempo em algum sentido foi generoso comigo.
Explicou-me silenciosamente o quanto efemeridades, por assim dizer, são passageiras, o quanto esperar tanto de algo resulta, afinal, em espera apenas, em solidão.


Shakespeare estava certo em dizer que nossas dúvidas são traidoras.

Não creio em dois amores, duas opções.

O bom tempo encaminhou-se de confirmar minha hipótese. 


Animada com todo esse clima de renovações que incendeiam o ambiente, sempre acreditando, (ilusão talvez?), que o novo ano será de melhorias e estupidamente mais vantajoso que o ano que se fora, estou esperançosa, acreditando em um recomeço, em novas chegadas, e por que não, algumas partidas.

Estou desejando a mim, e até a você, embora esteja um pouco atrasada em meus votos e felicitações...
...Desejo desafios.

Desejo que você se desafie todos os dias, que nunca se dê como vencido e possa sempre tentar novamente, ou se perceber que o mais certo seria desistir, desista, e que não faça tempestade em vaso de planta por isso.

Na pouquíssima idade que tenho, nada amadurecida, ando aprendendo a dar um novo sentido às desistências. 

Desistir de sofrer, desistir de se doar sempre mesmo se doendo por dentro. 
Desistir, às vezes, é mais corajoso que persistir numa luta em vão, em que não há ganhadores. 

Coração quebrado é coração quebrado e leva tempo para se construir novamente... apostar as fichas uma vez mais.


Novamente, eis o tempo dando suas caras.


 Enfim...

Também lhe desejo tempo. Tempo para se esforçar sempre, tempo para si, e tempo para alma e coração. 

Somos jovens, mas não há tempo para se perder.

Desejo um ano repleto de obstáculos para que nunca se esqueça que a vida não é sempre a beleza das poesias, porém, quando se entende o verdadeiro sentido do seu ser, percebe que a beleza está em superar os desafios transponíveis que nos aguardam.

Esse é o meu desejo a você e a mim.




Texto de Amanda Lemos

10 comentários:

JAN disse...

Oi Amanda, gostei do seu texto... tem bastante conteúdo.
Por exemplo, o trecho abaixo merece aplauso.
"Desistir, às vezes, é mais corajoso que persistir numa luta em vão, em que não há ganhadores."

Abração
Jan

Ana Bailune disse...

Boa tarde, amanda. Adorei o texto. Além disso, ele tem tudo a ver com o momento que vivo.

Michele Pupo disse...

Que assim seja. Abraço, Amanda.

Milena Santiago disse...

Muito bom! Vou seguir seu blog!

Midian disse...

Olá Amanda vim retribuir a visita, o carinho e simpatia de seu comentário deixado lá no blog http://commaosdeseda.blogspot.com/ Bjos!

Dani Cursino disse...

Texto ideal para o começo de um novo "tempo"!!! curtiii

Obrigada pela visitinha,tem post novo no blog passa là!!!

www.danicursino.com

Leise Raquel disse...

Nem me fale em tempo, tomara que ele cure algumas feridas dolorosas do meu coração...

www.Unhasnatalenses.com.br/

Bianca Martins disse...

"Também lhe desejo tempo. Tempo para se esforçar sempre, tempo para si, e tempo para alma e coração. " UAAAAAAAAAAL, amei, tudo tão profundo!

www.biancammartins.blogspot.com.br

António Jesus Batalha disse...

Estive a ler e a ver não só esta postagem mas uma parte de seu blog,e gostei, dou-lhe os parabéns pelo blog por seu trabalho e obrigado por partilhar.
Ficarei muito feliz se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais,
decerto que vou seguir também o seu blog.
Deixo as minhas cordiais saudações, e muita paz.
Sou António Batalha.

Cacau Jafet disse...

Adorei o texto. tem conteúdo e constância!!Parabéns!!

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos