• Frase da Semana :
  • -
  • Ao final, não esperem uma verdade absoluta, pois terei que infelizmente lhes informar que não há. - Amanda Lemos -

sábado, 10 de março de 2012

Há algum limite ?





Ultimamente ando lendo muitos artigos e dissertações de autores renomados e privilegiados à respeito de um tema que acredito ser “gabaritadíssimo” e que venha a suscitar polêmicas a mil. 


A condição humana .


Dei enfoque as ações que levam o homem a ser quem diz que é, e a que ponto este chega para almejar aquilo que deseja.


Tive a oportunidade de conferir textos de Hannah Arendt e opiniões diversas vindas tanto de filósofos, tanto de sociólogos.
*Dica tal que deixo para muitos leigos que buscam escrever com tanta eloquência se baseando do nada.
Se me permitem um “puxão de orelha”, .... é imprescindível uma leitura eficaz para a produção de um bom texto. 
É necessário domar as técnicas de bom português, bem como ter um conhecimento de mundo vasto, se tratando é claro de um bom texto dissertativo.


Poucos são os que começam maravilhosamente bem um parágrafo e graciosamente e descomunal encerram com um ponto final.


Muitas vezes gastamos horas de leitura, para levar no máximo uma para a escrita. 
Isso é resultado de uma pesquisa contínua e incessante.

Sem leitura, sem prática, não se escreve bem.

Ninguém nunca disse que escrever seria tarefa fácil...;

Mas voltando ao tema foco,... Andei sim lendo à respeito.
E acabei me deparando com várias indagações: 

Até que ponto chegamos ? O que se define  por um limite ?

Reformulo.

Até que ponto o ser humano é capaz de chegar para alcançar 
aquilo que almeja ?

Tendo em vista tantos assassinatos relâmpagos, sequestros pré determinados, roubos a mão armada , e o pior, é você assistir praticamente todos os dias aos noticiários e ver que há tantos jovens no crime que matam por  dois reais, causas essas que são diversas,.

Sustento da dependência química, pressão dos demais.,dívidas,  seja o que for, ... 
Parece que a morte virou justificativa para erros humanos.

Andei lendo alguns termos no dicionário, enriquecedor de vocabulário , diga-se de passagem, para via de comparação, e encontrei duas palavras  relativas ao tema que me chamaram a atenção:

- Esforçar : Tornar-se forte; trabalhar com afinco.

- Ambição : Desejo de poder ; fama; honrarias ; etc. - Aspiração, desejo intenso.

- Dicionário da Língua Portuguesa- Ruth Rocha. -

Quando é possível, e como, conciliar ambição com esforço ?
Como é possível conseguir algo sem afetar o próximo ?

Perceba que muitas das nossas ambições que resultam em atitudes fora dos limites são conseqüências de uma obrigação que temos para com a sociedade.

Usam drogas para fuga de problemas, outros para se aliarem a um grupo, outros para , digamos, causar.;
Roubam tanto para adquirirem  aquilo que não tem condição .
Gastam mais do que possuem para comprar coisas desnecessárias para impressionar pessoas que não gostam.


Como é vida é hilária, não ?

Às vezes, temos pelo simples fato de ter.
Ou temos para simplesmente dizermos que temos e que podemos adquiri-lo.

Esnobismo ? 
Há quem diga que sim.


Em termos pessoais, penso que ambição não seria um problema em si, 
se tornaria sim quando não dosado.
Como um remédio que cura, mas em exagero, mata.

Sem ambição , do que viveriam as metas que traçamos ?
Do que valeria tantas noites de estudo se não almejássemos um bom resultado em algum vestibular ?
Do que valeria um bom médico se não buscasse a cura da AIDS ?
Ou um bom arquiteto que não quisesse vender sua idéia ?

Não valeriam.
Seriam um entre muitos.

Há de se ter objetivos em mente,
Sonhos, inclusive, são nossas metas em rascunho para um objetivo futuro. 

A questão é quando esta ambição se torna descomunal e ultrapassa uma mente sã.
Quando o preço de tudo isso se torna alto demais a se pagar.

Como o assassinato de uma criança de 13 anos, ou um assalto à uma pedestre idosa,  o seqüestro de um vereador rico, ou até mesmo a aposta de uma família em jogo.


Até que ponto você chegaria para alcançar aquilo que mais deseja ?


Ao menos uma coisa é certa: 
Não temos  resposta para todas as perguntas.


E ainda dizem que somos plenamente racionais...



Texto de Amanda Lemos

7 comentários:

Francisco Coimbra disse...

Amanda,
Cá venho tentar ficar "Por dentro do assunto" e fico :) Bjs

Edson Bueno de Camargo disse...

Fui convidado a explorar teu blog e o estou fazendo.

Muito bacana, bem realizado, com uma interface amigável, fácil de navegar.

E de fato, para mim não é possível a escritura sem a leitura.

Abraços,

Evanir disse...

Venho te agradecer considere-se minha amiga já estou seguindo seu blog com todo carinho.
Linda tarde para você anjo lindo.
Evanir..

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Texto profundo, coerente, lúcido.
A pergunta final, como tantas outras, no decorrer da vida, é difícil de se responder. Eu diria apenas, que muitos meios podem ser válidos, pra se chegar ao que queremos alcançar, só "não vale" prejudicar a terceiros, desrespeitando qualquer indivíduo, em sua condição humana.

Um abraço, Amanda,
da Lúcia

Sahara Higino disse...

Naveguei por entre as águas de teu mar. Água clara e além de tudo; Limpa.


Fiquei a seguir-te.
Luz!

Anônimo disse...

Isso me lembrou um trecho da "Doutrina de Buda" onde é descrito a natureza irracional humana. Dizia ele que, para satisfação dos desejos, os homens(seres humanos) se empenhariam, pecariam sobre o próprio corpo, língua e mente, lutando amigo contra amigo, irmão contra irmão, tudo por causa do desejo.
Muitas foram as vezes que pensei que o mundo fosse uma grande mentira. Mas estou começando a enxergar de uma outra forma... talvez seja um imenso teatro. Hipocrisias e falsidades que todos sabem que são, não são mais mentiras, certo? São atuações; máscaras obrigatórias se quiser participar da festa.
(uma pequena ironia abaixo)
Tudo bem ser assim: corrupto, matador pessoas e influenciador do preconceito e ignorância... Desde que nos pareça benevolente, fique por trás de sua amável máscara demagoga e seus discursos sem nexo que soam complexos demais para a mente comum, então tudo bem. Porque seria errado, meu senhor, dizer " Sou irracional muitas vezes, tenho inveja, erro por ter ódio e não entender nada, tenho ódio dos outros sim mas mil vezes mais de mim.". Portanto, não diga aos outros, somente para si mesmo. Não faça o irracional aos olhos dos outros, apenas quando os outros estiverem com os olhos vendados.
Somos loucos. Somos animais. Somos seres humanos, os animais que pensam ser racionais.
- Fabiana Yuri Kamino Yamamoto

Obs: Sem querer desmerecer muitos exemplos de humanos. A generalização teve uma função enfática.

Sergio Martins disse...

Belo texto! Obrigado pelo carinho; tenha uma doce Páscoa!!!

Nosso Livro Publicado !

Talvez também se interesse por.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
















Aqui não se conta tudo, porque o tudo é um oco, é um nada. Se conta somente, e o somente não necessita de explicação.

Amanda Lemos